Depoimento Bruno Puorto – High School, Canadá

BruDP

Bom… intercâmbio… sempre que paro para falar sobre com alguém, da aquele aperto no peito, aquela vontade de voltar, aquela saudade imensa. Pra começar que já sou uma pessoa completamente fascinada por viajar o que só aumenta a minha vontade de sempre estar buscando algo para fazer abroad. Minha mãe fez intercâmbio quando estava na faculdade,  ficou um ano em Paris, cresci ouvindo as histórias, então desde pequeno tinha vontade de fazer também, falava em “Torontolo” ou “Ostrália” hahaha

Quando fiquei mais velho… bem, não tão velho assim, aquele período de pré-adolescência, comecei a frequentar feiras de intercâmbio, pesquisar lugares, etc. Com 14 anos decidi (me achando né? Haha) que era realmente isso que queria e por mim teria logo embarcado pra um de 6 meses, porém meus pais acharam que era muito cedo pra ficar um período tão longo – e realmente eu acho que era mesmo. Decidimos então, que  eu iria fazer um Intercâmbio Teen, programa que dura 1 mês e é durante as férias – escolhi Vancouver, no Canadá – e se curtisse depois faria um mais longo. Conclusão: curti pra c******!! Voltei falando que era isso mesmo que queria. Um ano e meio depois embarquei para Squamish, uma cidadezinha com 17 mil habitantes no meio do caminho entre Vancouver e Whistler, famosa estação de ski, para um programa de 6 meses, o famoso High School.

image1

Bom, vamos para o que interessa, o programa em si. Exchange Program, acho que o nome já resume bem a ideia principal, né? É literalmente uma troca, você vive em uma cultura diferente da que você está acostumado, vive a vida de uma família que os costumes são diferentes dos seus, nova escola, novos amigos e tudo isso a milhares de quilômetros de distância de casa, o que deixa tudo mais empolgante.

Vou tentar resumir os pontos que eu acho mais relevantes, porque se depender de mim, dariam umas 10 páginas facilmente contando tudo de lá hahaha enfim… eu acho que a experiência que se ganha com um intercâmbio é algo que todos deveriam fazer. Costumo dizer que eu fiz “2 em 1”, tipo promoção, sabe? Vou explicar melhor hahah. Falo isso porque fiz o programa no Canadá, então escola canadense, amigos canadenses, o país em si que é incrível e cultura canadense. E a host family? Aí é que está o “segundo intercâmbio”. Tive o imenso prazer em ficar em um família de descendência indiana! Confesso que quando recebi o papel da família fiquei meio sem saber o que esperar, porque é uma cultura muito diferente da nossa, mas não podia ter pedido família melhor! Por isso que uma coisa que eu falo pra quem está indo ou pensando em ir é: vai de coração aberto. Uma das horas do dia que eu curtia muito era quando quase todas as noites, depois do jantar, a família inteira sentava pra tomar Chai  (chá indiano) e conversar. Era um momento muito gostoso. Além de mim, tinha um estudando do Chile que morava comigo, nos demos super bem. No Canadá, diferente dos EUA, muitas escolas são internacionais, ou seja, é comum nas escolas desse país ter uma quantidade considerável de intercambistas, ou International students, como somos chamados lá, o que pra mim foi uma experiência sensacional também; por exemplo, na escola em que eu estudei tinham mais ou menos 450 alunos, sendo que cerca de 100 eram Internationals. Então, além de canadenses, conheci pessoas de vários países, como, EUA, México, Chile, Alemanha, Suíça, Noruega, Espanha, Itália, Ucrânia, Japão, China, Filipinas, Mongólia, Índia, Austrália e claro “Brasilzão”; e com muitos deles mantenho contato até hoje, nos tornamos muito amigos mesmo. Na escola, tive oportunidade de fazer aulas que aqui no Brasil são impossíveis. Fiz Marcenaria (sei que você lembrou dos episódios de Manual de Sobrevivência Escolar do Ned hahah), Mecânica, trabalhei na Cafeteria da escola e joguei futebol americano. A  cidade em que eu  morava é totalmente de atividades outdoor, fiz de tudo lá, desde de subir em uma pedra em uma montanha as 5 da manhã para ver o amanhecer, fazer uma fogueira e assar marshmallowssentado nessa mesma pedra, vendo o pôr do sol, trilhas que até perdi a conta, até subir na montanha mais famosa da cidade, lugar inclusive que já serviu de cenário para filmes. Coisas que eu nunca fiz no Brasil. E por conta da proximidade com a estação de ski, ia quase todo final de semana, até trinquei o pulso fazendo snowboard.

Acho melhor encerrar por aqui, mas se deixasse…visshh, isso daria um livro.

Por mais que eu conte a experiência incrível que eu tive, é muito difícil colocar em palavras esse sentimento. Acho que só quem fez um intercâmbio consegue realmente entender a sensação.

-Bruno

Black Friday & Snow day ❄️

Oi gente!

Como todo mundo sabe, semana passada foi a Black Friday. Depois da escola, eu e minhas amigas brasileiras decidimos ir ao shopping e imaginem a pequena LOUCURA que estava! Muitas lojas estavam em sale, mas nem compramos muita coisa. Infelizmente o shopping daqui não tem Forever 21…

Quando saímos do shopping à caminho do ponto de ônibus tivemos uma surpresinha linda… estava nevando! 💙❄️ Era só um pouquinho comparando com outros lugares daqui (tem uma cidade que está com 2 metros de neve!), mas mesmo assim. Para mim, foi a primeira vez que vi neve na vida. E a primeira vez a gente nunca esquece, né?

IMG_3053IMG_6696

Agora é tentar ficar quentinha nesse frio pelos próximos 50 dias!!

2 meses depois…

Última vez que eu escrevi as aulas nem tinham começado e agora faltam quase 2 meses pra eu ir embora!! Dei um tempinho, mas estou de volta ☺️

Primeiro….. a escola.

KWALIKUM SECONDARY SCHOOL

Já comentei aqui e é importante não esquecer que intercambistas brasileiros sempre precisam fazer as 5 aulas mandatórias pelo MEC (Ministério da Educação) para poderem convalidar esse tempo de Ensino Médio quando voltarem para o Brasil. Essas aulas são: Inglês, Matemática, Ciência (Física ou Biologia ou Química), Geografia ou História e Educação Física. 

Quando pensamos em intercâmbio/ensino médio em uma escola gringa, sempre vem aquelas aulas “mais legais” na cabeça, né? Marcenaria, fotografia, culinária, produção de vídeo… E tanto nos Estados Unidos como no Canadá, essas aulas fazem sim parte da grade escolar (desde que você também esteja cursando todas suas mandatórias, claro).

Achei super chato quando cheguei aqui no Canadá e me falaram que eles só têm 4 aulas por dia. Ou seja, eu já tenho 5 matérias mandatórias (falta espaço pra uma) e não tenho tempo para nenhuma aula eletiva… Continuar a ler

Volta às aulas?!

10603508_10202352514322941_1307063012614719009_n
Olá!

Tenho o maior prazer em dizer que A GREVE ACABOU (Graças a Deeeeeeeeeus!)! E as aulas começarão na quarta-feira, dia 24.

Nessa última semana ainda tivemos atividades com o grupo de intercambistas de Qualicum Beach, e o coordenador fez algumas aulinhas preparatórias para o teste de inglês IELTS para alguns alunos. Eu nem estaria nesse grupo, mas como ele sabe que eu quero fazer o teste, me colocou na lista! ☺️
Eu acho esses testes de inglês (IELTS e TOEFL) muito bons e mesmo quem não “precisa” para concluir curso ou entrar em uma faculdade gringa, vale a pena fazer para ver o nível de inglês e dar uma bela treinada na língua!
E além disso, existem 1 bilhão de sites com simulados grátis que ajudam bastante na hora de estudar para a prova.

Ah, esqueci de falar que fomos visitar a VIU (Vancouver Island University) e…………….sem palavras, juro. Amei, amei, amei! (e acho que vai entrar pra lista de faculdades a considerar pro futuro hein?! 😋)

Continuar a ler

Camping em Hornby Island & Horne Lake Caves

Olá! Finalmente parei depois de uma semana super diferente e com algumas aventuras! As escolas aqui ainda estão em greve, então o International Student Program da cidade de Qualicum Beach continua nos mantendo ocupados (e aprendendo algumas coisas sobre o Canadá e a comunidade). IMG_2747

Esperando o ferry para Tribune Bay

Segunda-feira fomos ao Tribune Bay Outdoor Education Centre, que fica no Tribune Bay Provincial Park em Hornby Island. E ficamos até quarta-feira. O lugar é lindo, tem uma praia deliciosa. Tiveram atividades, a comida era boa, 3 monitores legais. Mas quando falaram “camping”, tudo o que veio na cabeça foram aqueles acampamentos com a escola, com alojamentos, camas com estrado e colchões, banheiro com chuveiro e descarga…. bom, pelo menos foi como a gente sonhou! Continuar a ler

Toronto com grupo da STB – 29/09

(Eu sei que estou atrasada, mas só tive tempo de postar agora!)

Aeroporto de Guarulhos - São Paulo, Brazil
Saímos de São Paulo dia 28, aproximadamente às 20h. Depois de muita turbulência, um sono super mal dormido, comida ruim de avião e algumas horas de vôo que pareciam uma eternidade, chegamos em Toronto!

chegando map aviao
Eram 6h da manhã e todo mundo estava bem cansado. Mas ainda tínhamos um longo dia de tour por Toronto planejado pelas guias da STB. Pegamos as malas e esperamos o ônibus.
Paramos no Lake Ontario e tiramos algumas fotos.    Sabiam que o Lake Ontario é um dos cinco Grandes Lagos da América do Norte? E que se atravessarmos o lago para sul e leste, chegamos em Nova York? E além de tudo, é lindo! 💙
Continuar a ler